Conheça os pontos da carne e saiba como prepará-los

pontos da carne

Dicas para um churrasco que agrada todo mundo

            Um dos pratos favoritos dos brasileiros é a carne bovina. Rica em proteínas pode ser combinada com diversos ingredientes e ainda, sem precisar de acompanhamento algum, a carne vermelha no ponto certo para cada gosto é uma excelente pedida nos churrascos. Mas como preparar um corte mal passado, bem passado, no ponto e como saber identificar cada um deles? Vamos falar um pouco de cada maneira de preparar um corte e você decide qual deles é melhor para seu gosto e já prepara o carvão, os espetos, a grelha e um tempinho para testar e preparar essas maravilhas.      

        1 – Carne Selada, Ponto Bleu ou Extra Rare

Carne Selada, Ponto Bleu ou Extra Rare

        Popularmente conhecida como Selada, essa é a forma de preparo favorita dos apaixonados por churrasco, porque mantém todo o aspecto natural da carne, a suculência, o sabor e a maciez. Para fazer essa delícia, aqueça bastante a chapa ou a grelha, pelo menos à 50 graus e deixe a carne selar rapidamente, dando uma “douradinha” nas suas superfícies e mantendo sua textura interna quase intacta.

        2 – Carne Mal Passada ou Rare

   Carne Mal Passada

     A carne mal passada está a um ponto acima da carne selada. Sua temperatura chega a 55 graus e suas superfícies cozinham e douram, mantendo o miolo com sua suculência e vermelhidão natural. A maior parte da proteína se mantém no centro da carne, potencializando o sabor do corte. Para conseguir esse ponto no churrasco, asse a carne em torno de 3 minutos cada lado e confira sua maciez apertando a carne e percebendo sua elasticidade. Este, sem dúvida alguma, é o ponto mais adorado por quem curte um churrasco.

        3 – Carne Ao Ponto para Mal ou Medium Rare

Carne Ao Ponto para Mal

        A carne preparada Ao Ponto para Mal Passada ou também conhecida em alguns lugares, principalmente fora do Brasil como Medium Rare, tema aspectos semelhantes à carne mal passada, sua diferença se nota com apenas o centro da carne avermelhada e com as bordas bem passadas em maior volume.

        4 – Carne Ao Ponto ou Medium

        Chegando a temperatura de 60 à 65 graus, a carne Ao Ponto tem sua estrutura completamente modificada. Apresenta seu exterior completamente dourado e no centro uma faixa de com um tom rosado. A carne ao ponto mantém sua maciez no centro, porém é mais cozida que as carnes apresentadas anteriormente.

        5 – Carne ao Ponto para Bem ou Medium Well

        Quando a carne é assada até este ponto, ela perde toda sua estrutura natural e o suco que traz a suculência seca, apresentando pouco tom rosado. As proteínas também passam por um processo de transformação. Quanto mais vermelha e mal passada a carne está, mais proteína natural ela fornece.

        6 – Carne Bem Passada ou Well Done

        Este é um ponto difícil de acertar, mas há quem seja mestre nas carnes bem passadas. Sua superfície precisa estar a 70 graus, torrada, porém certamente não queimada, de um marrom completo das bordas até o interior. A carne Bem Passada já não tem seu suco e estrutura in natura, ela é mais ressecada, com uma casca crocante na superfície. Mas é importante dominar o tempo certo deste preparo para não deixar o corte duro. Também nesta opção de preparo, a carne perde toda a característica de sabor, mesmo assim, há quem prefira este ponto final, inclusive acompanhado de molhos para evitar o ressecamento total do prato.

tipos de pontos da carne

        Se sente mais preparado para seu próximo churrasco? Ler este artigo dá até vontade de fazer um churrasco agora mesmo, não é? Para acertar no ponto sem preocupações e sem esquecer de virar a carne assando ela de todos os lados, experimente nosso espeto giratório. Ele vai revolucionar o seu churrasco!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *